Hoje estudos mostram, mais do que nunca, que a musculação é importantíssima para a saúde mental, se tornando obrigatoriamente necessária, principalmente nos dias de hoje, com pessoas com a saúde mental desestruturada. Com a chegada do Setembro Amarelo, o personal trainer Cássio Fidlay explica como a atividade física pode influenciar na saúde mental.

“Quando nós exercitamos nosso corpo libera diversos hormônios, tais como endorfina, que gera sensação de recompensa e bem-estar; a serotonina, hormônio da felicidade; adrenalina, atuando na resposta rápida em situações de estresse, no caso estresse muscular; cortisol com a função de proteger nossa saúde”, explicou o personal.

Segundo Cássio, o exercício físico estimula o sistema cognitivo e psicossocial.

Cassio Fidlay
DivulgaçãoCassio Fidlay

“Como por exemplo, a satisfação com o seu corpo, autopercepção, menor prevalência de sintomas de doenças como ansiedade e depressão. Não dá para falar de vida saudável, sem uma frequência mínima de exercício físico por semana”, disse o profissional, que ainda fez um alerta:

“Portanto, se você não se exercita, passe a fazer, cuide o quanto antes da sua saúde física e mental. Não deixe para última hora, pois pode ser tarde demais. E concluo com a minha frase: “Musculação não tem que gostar, tem que fazer!”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo