Claudia Raia estreia, nesta quinta-feira (25), seu novo musical, Tarsila, a Brasileira. A peça faz um mergulho profundo na história de uma das maiores pintoras da história do nosso país e tem a atriz como a grande protagonista. Em entrevista à Marie Claire, pedimos para que Raia listasse 5 fatos extraordinários que descobriu sobre a artista ao estudar sua trajetória para compor a personagem e aqui estão eles:

  1. “A gente fala de trisal no espetáculo, que é algo muito contemporâneo. Há 100 anos ela já vivia uma relação a três”;
  2. “A criação Abaporu: tem várias facetas essa história. A que estamos contando no musical é a história da família, de que o Abaporu é um autorretrato dela, que ela fez de presente para o Oswald de aniversário. Temos a cena no espetáculo da criação do quadro, inclusive”;
  3. “Tarsila do Amaral foi uma mulher que enfrentou o etarismo já naquela época. Ela se casou com o Luís Martins, seu último marido, que era 22 anos mais novo do que ela”;
  4. “É uma história que começa no auge e termina no lodo. Tarsila nasceu em uma família muito rica, que enriqueceu por causa do café. Seu pai era um grande senhor do café, com 29 fazendas… É uma riqueza que a gente nem vislumbra. E eles perderam absolutamente tudo na Crise de 29”;
  5. “A história dela com Chico Xavier. Isso é uma coisa que nunca foi dita antes. Com o aval da família, tivemos acesso a todas as cartas que eles trocavam. Ficou muito evidente o quanto esse homem foi importante na vida dela depois da morte da filha e da neta. Ela só se reergueu porque tinha as mãos dele apoiando-a. A gente traz muitas coisas que ninguém nunca ouviu falar, que ninguém leu – porque nunca saiu em nenhum lugar. E nós tivemos a permissão da família para justamente falar do lado B da Tarsila, sobre tudo isso que estava escondido, que ainda não tinha sido divulgado.”
Claudia Raia se desconstruiu de sua postura para viver Tarsila do Amaral em "Tarsila, a Brasileira" — Foto: Paschoal Rodriguez

Claudia Raia se desconstruiu de sua postura para viver Tarsila do Amaral em “Tarsila, a Brasileira” — Foto: Paschoal Rodriguez

Ainda na conversa, Claudia Raia conta como foi receber o convite diretamente da família de Tarsila para interpretá-la e divide detalhes do momento em que leu cartas nunca antes vistas de Chico Xavier para a pintora. Ela também comenta sobre o processo de criação do famoso quadro Abaporu, que era desconhecido pelo público e também causou repercussão apenas porque a atriz fica nua no espetáculo, assim como Tarsila quando o pintou: “Na sociedade, o corpo da mulher é algo indecente, provocativo. Se essa é a mentalidade, um nu feminino em uma peça vai ser interpretado já, antes mesmo da estreia, como algo altamente subversivo.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo