A Renner acaba de dar início a uma nova conversa com seu público, fazendo um convite cúmplice e encorajador a todas as mulheres. O tema da nova campanha, que estreia agora e vira um norteador criativo para o próximo ano, vai abordar a liberdade feminina, propondo uma reflexão sobre o quanto ela, apesar de conquistada, é realmente exercida.

Segundo a diretora de Marketing Corporativo da Lojas Renner, Maria Cristina Merçon,  o ponto vital é a cumplicidade da Renner com o consumidor. “Isso sempre nos moveu, os dilemas do universo feminino. Nossa relação com as clientes vai além do comercial, é uma conexão emocional. Somos uma marca de moda brasileira que traz temas relevantes, como a maternidade, a diversidade de corpos”, diz a executiva. Agora a Renner põe na mesa a relevância dessa questão da liberdade, será que é exercida?, é uma reflexão que a marca deseja trazer com essa campanha.

“Nosso papel como marca é de dar voz, encorajamento, trazer histórias, mostrar como as mulheres que lidaram com momentos na sua vida, como vem sendo exercida, pequenas e grandes conquistas”, diz Maria Cristina. A campanha foi pensada para várias mídias, e vários conteúdo. Há um filme de lançamento em TV aberta, de alto impacto, com 2 minutos de duração, com uma narrativa emocionante acompanha a vida de uma mulher dos 8 aos 80 anos de idade experimentando diferentes formas de se libertar.

Campanha da Renner vai discutir a liberdade feminina
DivulgaçãoCampanha da Renner vai discutir a liberdade feminina

O squad da campanha é composto por mulheres de diferentes idades, que vão mostrar que, para cada uma e a cada circunstância, a liberdade pode ter muitos significados. Além da própria Zezé Motta (@zezemotta), nomes como Lilia Cabral (@lilia_cabral) Astrid Fontenelle (@astridfontenelle), Mônica Martelli (@monicamartelli), Preta Gil (@pretagil), Paola Antonini (@paola_antonini), Rafa Brites (@rafabrites), Clara Moneque (@claramoneke) e Gabriela Loran (@gabrielaloran) participam da campanha compartilhando suas experiências e estimulando a conversa com o público sobre o tema.

“Nas redes sociais, mulheres que defendem essa causa feminina, mostrando para cada mulher o que é essa tal da liberdade. Fizemos questão de nomes de mulheres fortes, e para a voz escolhemos Zezé Motta, ela representa muito o que as mulheres conquistam, vai fazer 80 anos, prova de que não existe idade para essa liberdade”, pondera a diretora de Marketing.

Também haverá peças de campanha, blog, redes sociais, nas redes da Renner e nas redes delas, sobre a temática da liberdade. “É importante frisar o papel cúmplice da nossa marca, a responsabilidade para trazer essas temática”, finaliza Maria Cristina. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo