atriz Jandira Martini morreu aos 78 anos, nesta segunda-feira (29). A artista também era autora, diretora e produtora teatral, e trabalhou em diversas novelas da Globo, até 2012. Ela lutava contra um câncer no pulmão. 

A morte foi anunciada nesta terça-feira (30), em postagens de pessoas próximas de Jandira nas redes sociais. Marcos Caruso, amigo de longa data que escreveu diversos projetos com a atriz, confirmou a morte da amiga no Instagram. 

“Minha maior amiga e prova de que os opostos se atraem e se completam. Juntos escrevemos peças, roteiros de cinema, séries e novelas. Minha grande confidente, conselheira e responsável pelas minhas maiores gargalhadas. Minha mestra. Sabe quando você passa pela escola na qual você estudou e vê que o prédio foi demolido? Assim me sinto com a sua partida”, afirmou o ator.  

Jandira Martini estreou na Globo em uma participação especial na novela “Roda de Fogo” (1986), mas ganhou destaque na emissora com o papel de Teodora Abdala em “Sassaricando” (1987). Também teve grande sucesso como Zoraide El Adib em “O Clone” (2001). 

Atuou também em produções do SBT, como “Éramos Seis” (1994), “Sangue do meu Sangue” (1995) e “Brava Gente” (1996). No retorno à Globo, atuou em outras novelas como “América” (2005), “Caminho das Índias” (2009), “Morde & Assopra” (2011) e “Salve Jorge” (2012), esta última que marcou o último trabalho no canal.

Além de trabalhos no teatro, a atriz também estrelou filmes nos últimos anos, como “Chorar de Rir” (2019), “10 Horas para o Natal” (2020) e “Uma Pitada de Sorte” (2022). 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo