Em entrevista exclusiva, Xuxa avalia série documental, participação em muitos programas que renderam tributo a ela e sua história, e agenda lotada. A apresentadora também fala dos projeto e da série sobre as Paquitas no Globoplay: “Vão ficar impactados”. Eleita uma das 100 mais sexies do mundo, ocupando o 22º lugar em ranking divulgado por fãs da revista “Vip”, ela fala sobre o seu borogodó: “Esse borogodó é muito amor. Isso pra mim não é uma questão de sensualidade, sexualidade, e sim, de carinho. Mas quando eu vou fotografar, me arrumar, deixo sempre meu lado sensual, sexy aflorar”, revela.

Para coroar 2023 com tanta evidência e celebrações por seus 60 anos de vida, Xuxa Meneghel conversou com o site e fez um balanço do período marcante. No pacote das comemorações, teve cruzeiro da apresentadora com fãs, amigos e familiares e direito a exposição dos figurinos de uma vida e show icônico; foram feitos programas especiais na TV em homenagem à Rainha dos Baixinhos; teve série documental no Globoplay; muitas entrevistas, capas de revista; e ela termina o ano com a notícia do documentário das suas fiéis escudeiras, as Paquitas, pelo Globoplay, com previsão para 2024. O filme “Rainha“, ficção sobre a vida da apresentadora, está em fase de produção. “Chego satisfeita e feliz no final deste ano, tendo recebido essas homenagens, podendo trabalhar bastante, mostrando que tendo oportunidades e vontade, ainda podemos fazer muita coisa, não importa a idade que temos”.

Xuxa pode muito e não é de agora, mas fechou outubro podendo ainda mais! A loura está na lista das 100 mais sexies do mundo, ocupando o 22º lugar em ranking divulgado por fãs da revista “Vip”, que chegou ao fim em 2018. Que tal esse título aos 60?

Eu sei que foram os fãs que me colocaram nesta posição, mas as pessoas não sabem, então isso é muito bacana. Em um país onde as pessoas são chamadas de velhas e falam: “Aquela velha lá tem que parar de trabalhar” ou “Ela está muito velha para fazer isso” ou ainda, “Olha a velha sem noção”; vemos que a palavra “velha”, é usada de uma maneira pejorativa, feia. Então, chegar na idade que estou, velha pra todo mundo, mas me sentir amada, bonita, desejada, óbvio que é bom também para outras pessoas e que outras mulheres vão se espelhar – Xuxa

Xuxa faz balanço de ano de celebrações e muito trabalho e analisa a importância de ter sido listada como uma das 100 mulheres mais sexies do mundo (Foto: Blad Meneghel)

Xuxa entre as 100 mulheres mais sexies do mundo (Foto: Blad Meneghel)

“Outras mulheres podem se espelhar e dizer: “Puxa vida, que bacana. Vou me cuidar também, vou seguir o caminho dela. Não vou beber, não vou fumar, vou dormir bem, afinal todo mundo sabe que adoro dormir (risos). Ela é vegana, vou tentar diminuir a carne também pra ver se eu fico bem. Ou seja, acho que o meu exemplo não é ruim pra nada e nem pra ninguém. Até agora pelo menos. Acredito que seja bom as pessoas poderem se inspirar, se verem no meu lugar”. E continua refletindo:

Reencontrei o Ju aos 50 anos (Xuxa está junto com cantor e ator Junno Andrade há 10 anos). Então, a vida para mim não recomeçou aos 40, mas aos 50. Pelo menos a vida sexual, amorosa. E isso para muita gente já é um bom exemplo. E agora, chegar aos 60 e ser considerada uma das mulheres mais sexies do mundo, abre ‘parênteses’, algo feito e endossado pelos fãs, ‘fecha parênteses’, é bom pra todo mundo – Xuxa

"Chegar na idade que estou, velha pra todo mundo, mas me sentir amada, bonita, desejada, óbvio que é bom também para outras pessoas e que outras mulheres vão se espelhar" (Foto: Blad Meneghel)

“Chegar na idade que estou e me sentir amada, bonita, desejada, óbvio que é bom também para outras mulheres que vão se espelhar” (Foto: Blad Meneghel)

Por que acha que olham para você e veem essa mulher sexy ainda hoje, de onde vem esse borogodó? “Esse título ganhei mesmo pelos fãs, esse borogodó é muito amor. Isso pra mim não é uma questão de sensualidade, sexualidade, mas sim de carinho. Com certeza foram meus fãs desse tempo todo que devem ter votado para caramba, me colocando nesse lugar. Não vejo de outra maneira. É mais uma demonstração de afeto, respeito. Mas sim, quando eu vou fotografar, me arrumar, deixo sempre meu lado sensual, sexy aflorar, porque sempre me vi como uma modelo que deu certo como apresentadora. Hoje eu sou uma apresentadora que foi modelo e nunca vai deixar de ser…quando vou fotografar, bato o olho e penso: “Com essa roupa eu podia fazer assim, assado”. E fica sensual. As vezes também olho e acho que fiz caras e bocas demais, mas fica, é a minha marca, é o meu jeito. Quando fotografo dou um jeito de deixar o meu DNA e vejo que a sensualidade grita ali. Acho que sou, nasci assim…”.

"A vida para mim não recomeçou aos 40, mas aos 50. Pelo menos a vida sexual, amorosa. Isso para muita gente já é um bom exemplo” (Foto: Blad Meneghel)

“A vida para mim não recomeçou aos 40, mas aos 50. Pelo menos a vida sexual, amorosa. Isso para muita gente já é um bom exemplo” (Foto: Blad Meneghel)

Projetos no audiovisual

Após 14 anos longe das telonas, a apresentadora voltou a estrelar um filme. Baseado no romance de Thalita Rebouças, Uma Fada Veio Me Visitar’, estreou em 550 salas de todo o Brasil em 12 de outubro e proporcionou muita diversão para Xuxa na pele de Tatu, uma fada atrapalhada. Apesar de marcar o retorno dela ao cinema, com quase um mês de exibições, muitas salas já tiraram o longa de circuito. Acredita que as pessoas têm ido menos ao cinema por conta do streaming, por exemplo? “Tenho certeza. Eu, você, todo mundo, preferimos ficar em casa curtindo o nosso sofá, o nosso cantinho, vendo o que quisermos, a qualquer hora. Ficamos sabendo de tudo através dessas plataformas, que estão literalmente, ao alcance das nossas mãos”, diz.

“Chego feliz ao fim deste ano. Recebi homenagens, pude trabalhar bastante, mostrando que tendo oportunidades e vontade, ainda podemos fazer muita coisa, não importa a idade" (Foto: Blad Meneghel)

“Ainda podemos fazer muita coisa, não importa a idade” (Foto: Blad Meneghel)

“Agora tem o seguinte, o cinema é mágico. Você sair de casa, comprar a sua pipoca, entrar naquele lugar, é uma outra coisa, é muito bacana. Mas não é mais como antigamente, a televisão também não é mais como antigamente, o rádio também não é como antes…e a gente tem que aceitar, não tem que viver do passado. Não tem que dizer “Nossa, mas o ‘Lua de Cristal’ deu tanto (foi o filme de maior bilheteria da década de 1990 no Brasil: cinco milhões de espectadores, tornando-se a sétima maior bilheteria do país no período), e agora esse não está dando. É outra época, outra cabeça, outro mundo”.

Falando da série documental que o Globoplay produz sobre as paquitas com o título ‘Para Sempre Tão Bom: Paquitas‘, com cinco episódios e vai descortinar a história das suas assistentes de palco, a apresentadora comenta: “Podem esperar ficar impactados (risos), com todas as coisas que as paquitas, com tantas gerações, tantas histórias diferentes, com visões únicas, vão contar.  Foi uma coisa que muitas meninas sonharam ser. Elas vão mostrar essa história para todo mundo que tem essa curiosidade”.

"Quando fotografo dou um jeito de deixar o meu DNA e vejo que a sensualidade grita ali. Acho que sou, nasci assim" (Foto: Blad Meneghel)

“Quando fotografo dou um jeito de deixar o meu DNA e vejo que a sensualidade grita ali. Acho que sou, nasci assim” (Foto: Blad Meneghel)

De bem com a vida

Com quatro décadas sendo amada pelo seu público fiel, Xuxa avalia qual foi o momento mais emocionante deste 2023 tão emblemático. “Acredito que foi fazer o navio e sentir o carinho das pessoas reunido ali, por décadas. Vi minha história através delas, das minhas roupas, e também da montagem do meu documentário com o Pedro (Bial) e a equipe dele. Isso tudo mexeu demais comigo”. E constata:

Ser tão amada desde o início do meu caminho é um privilégio. Receber esse carinho, esse respeito, é bom demais. No mundo em que vivemos, onde a internet machuca demais, com pessoas se sentindo poderosas machucando outras, sem saber a história delas, sem saber o que passaram, viveram, sendo julgadas, pré-julgadas, canceladas, massacradas. Aí vem o contrário, uma galera boa, do bem, que te bota pra cima, dando esse amor por com tanto respeito, é demais – Xuxa

A apresentadora celebra sua história e vida atual (Foto: Blad Meneghel)

A apresentadora celebra sua história e vida atual (Foto: Blad Meneghel)

Adepta de um estilo de vida saudável há muitos anos, ela conta que voltou a se exercitar com mais regularidade recentemente. “Inclusive agora, enquanto respondo a essas perguntas, estou caminhando no meu condomínio. Estava há muito tempo parada, então comecei a fazer aeróbico por conta do navio e deu aquela “coceirinha” de querer fazer um pouco mais. Voltei a andar e fazer pilates. Na verdade, fiquei cinco anos sem fazer nada. E agora tem dois meses que estou fazendo luta (muay thai), pegando um pouco de peso, tentando me cuidar mais, porque quero ficar sarada, quero me sentir bonita para o Jú, quero me sentir bonita quando me olhar no espelho. Quero fazer um trabalho e não ficar preocupada com o que tenho que tapar ou não. Flacidez, obviamente, com uma certa idade todo mundo vai ter, é o colágeno que vai embora. Então isso já não é uma preocupação, é normal. Mas o resto acho que você pode e deve cuidar. Não é uma questão só do que os outros vão ver, mas sim, de saúde. Fui ao médico, fiz exames de A a Z para verificar se estava tudo bem, e está, graças a Deus”.

"Ser tão amada desde o início do meu caminho é um privilégio" (Foto: Blad Meneghel)

“Ser tão amada desde o início do meu caminho é um privilégio” (Foto: Blad Meneghel)

Ela também diz como pretende passar as festas do fim de um ano tão especial: “Vou estar onde a Sasha estiver. Se ela quiser ficar aqui em casa comigo, assim será. Se ela for viajar com o João (Figueiredo, marido de Sasha desde 2021), com amigos, vou respeitar e entender como nos vemos depois, porque respeito muito a vontade dela. Tanto quero ficar ao seu lado, como respeito seus desejos, então esse equilíbrio está na minha cabeça e na dela, o que ela quiser fazer, me encaixo. Mas acredito que Natal ela deve passar comigo e Ano Novo viajar, e eu ficar com o Ju e a Doralice em algum lugar”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo